sábado, 28 de abril de 2012

Um pouco sobre Ressonância Magnética

Atualmente a Ressonância Magnética Nuclear é utilizada como uma das principais ferramentas de diagnóstico utilizando imagens médicas.
Ressonância (Nuclear) Magnética Princípios Básicos
Realização do exame:
1. O paciente ou parte do corpo é colocado em um supercondutor magnético.
2. um forte campo magnético é criado pelo movimento de corrente dentro de uma série de bobinas espirais.
3. Uma onda eletromagnética ( pulso de radiofreqüência) é criada, fazendo com que o núcleo de prótons de hidrogênio dos tecidos corporais ressonem gerando um sinal eletromagnético.
4. O sinal gerado baseia-se nas propriedades do tecido e da posição do ímã.
5. O sinal é detectado pela bobina receptora e, após o processamento dos dados, a imagem é enviada para o computador.
Aplicações
- A IRM envolve a interação de ondas de rádio (e campos magnéticos estáticos) apenas com os núcleos dos átomos
- Mas nem todos os núcleos de átomos respondem ao campo magnético.
- Uma lista dos núcleos potencialmente adequados para IRM:
13
C Carbono
6
17
O Oxigênio
8
14
N Nitrogênio
7

1
H Hidrogênio
1
- Cada Molécula de água, contém 2 átomos de Hidrogênio e 1 de Oxigênio
- O Corpo Humano é composto de aproximadamente 85% de água.
- Daí o motivo da utilização da IRM em larga pela medicina.

Sons de pancadaO movimento contínuo das bobinas de gradiente durante o exame é muito alto.
São dados tampões ou fones de ouvidos aos pacientes durante o exame para que se torne mais tolerável.

UnidadeTesla: unidade de medida de força do sistema de campo magnético (m/kg/seg)
Gauss: cm/g/seg
1T = 100.000 Gauss
Existem aparelhos de 0.3, 3.5,1 e 1.5 Tesla ( ímãs de várias intensidades).
Ímãs de 1 tesla ou mais são considerados campos de alta intensidade e geram sinais maiores e geralmente produzem imagens melhores.

Curiosidade
O campo magnético da Terra é de aproximadamente 1 Gauss.
A maioria das unidades de RM geram uma intensidade de campo magnético 10 mil vezes maior que a da Terra.
IRM na Medicina









A Imagem- Devido as Bobinas de Gradiente, o equipamento de RM nos permite fazer imagens da estrutura desejada em formas de cortes em um sentido previamente especificado, como poderemos ver nos exemplos abaixo.
Para cada sentido escolhido, designamos um nome p/ o plano de corte da imagem. São eles : Sagital, Axial ou Coronal.





-Além da Bobina Gradiente, se torna necessário também para a aquisição da Imagem, as Bobinas de Rádio-Frequência.
-São Responsáveis pela emissão e recepção dos sinais de rádio.
Podemos classificá-las da seguinte forma:
- Bobina Corporal :- está fica dentro do magneto; circunda completamente o paciente, inclusive a mesa onde ele fica acomodado.

Obtenção da Imagem
- Bobina de volume integral circunferênciais :- menores e separadas, também circundam a parte examinada... Ex: Bobina para Cabeça e a Bobina para membro .
- Bobinas de superfície :- Estas são colocadas sobre a área a ser examinada. Geralmente, este tipo de Bobina, é utilizada para visualização de regiões mais superficiais... Ex.: Bobina para ombro. Principal vantagem, é o aumento da razão Sinal Ruído.
Parâmetros das ImagensT1 e T2 referam-se ás propriedades dos tecidos após a exposição a uma série de pulsos.
Tecidos diferentes têm diferentes propriedades em T1 e T2, baseados na resposta de seus hidrogênios aos pulsos de radiofreqüência impostos pelo ímã.
Essas diferentes propriedades são exploradas por meio de parâmetros determinados pelo TR e TE que produzem imagens baseadas tanto em propriedades dos tecidos T1 quanto T2 (imagens ponderadas em T1 e em T2).
TR= tempo de relaxamento ( tempo entre os pulsos de radiofreqüência)
TE= tempo de eco ( intervalo entre a aplicação do pulso e a escuta do sinal)
TR e TE são expressados em milissegundos ( ms)
Os sistemas de imagens produzidas por uma combinação das propriedades de T1 e T2 são chamadas de densidade de prótons ou imagens balanceadas.
Seqüência ponderada em T1:TE baixo e TR alto
Sequencia ponderada em T2:TE alto e TR alto
Imagens de densidade de prótons:TE baixo e TR alto
TE baixo aprox. 20 ms e alto 80 ms
TR baixo aprox. 600 ms e alto até 3000 ms
IntensidadeA intensidade do sinal refere-se à claridade do sinal gerada por um tecido específico.
Tecidos mais claros ( + brancos) são hiperintensos
Tecidos mais escuros são hipointensos
Tecidos intermediários são isointensos
Todos comparados com o tecido circundante.
O conhecimento do sinal característico da água é útil para reconhecer as sequencias.
Olhe para as estruturas contendo líquido, como ventrículos, bexiga e LCR. Se p líquido for claro a imagem é ponderada em T2, se for escura é T1.

A Imagem - Agentes de ContrasteAtualmente, o agente de contraste mais popular para exames de RM, é o Gadolínio-DTPA (Gd-DTPA).
Atualmente é ministrada uma dose de 0,2 ml/kg com a velocidade da injeção não excedendo 10 ml/min
As vantagens do Gd-DTPA são:
- menor toxidade e menos efeitos colaterais que o contraste iodado
- O Contraste permanece no corpo da pessoal cerca de 60 min. O que nos da um bom tempo para a realização do exame.. (uma vez que um Exame de RM dura em torno de 40 a 50 min)
Contra indicação:
- Insifuciência renal.. Uma vez que o contraste é eliminado pela urina

RM - Riscos e Precauções A Energia liberada pelo IRM não ionizante, o que livra o paciente dos riscos ocasionadas pelas energias ionizantes
No entanto o campo magnético gerado pela bobina do aparelho de RM representa alguns riscos...
Ex: Torções de objetos Metálicos:
- Estão completamente proibidas de fazer uma IRM, pessoas que tenham grampos cirúrgicos dentro do corpo, como por exemplo, pacientes com grampos em aneurismas intracrânianos.
- Próteses metálicas dentro do corpo;
- artefatos de metal como projéteis de arma de foro ou estilhaço de granada
Ex: Interferências Elétricas com Implantes Eletromecânicos:
- Também são proíbidas de fazer os exames pessoas com marcapasso.
- Outros dispositivos que podem ser afetados pela IRM são, cartões e fitas magnéticas, relógios analógicos.

Pacientes com Claustrofobia
Aquecimento Local de Tecidos e Objetos Metálicos
- Apesar de não haver evidência de que exista qualquer risco para o feto, recomenda-se às gestantes realizar o exame após o primeiro trimestre de gravidez. Exames antes deste período podem ser realizados desde que o diagnóstico seja imprescindível à gestante

RM - Aplicações Médicas A seguir, serão apresentados os exames mais comuns feitos por IRM,
serão também descritas as orientaçoes para o exame.
O principal objetivo de um exame por RM é a boa qualidade da imagem em um limite de tempo aceitável
Os exames mais comuns são:
Imagens do Encéfalo
Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial)
Agente de Contraste: Gd-DTPA com imagens ponderadas em T1
Bobina para Cabeça Padrão
Imagem da Coluna
Cortes de Rotina: (Sagital e Axial)
Estruturas mais bem Demonstradas: (Medula espinhal, tecido nervoso, discos intervertebrais, medula óssea, espaços entre as articulações interfacetárias, veia basivertebral, ligamento amarelo
Patologia Demonstrada: Herniação e degeneração do disco, alterações do osso e da medula óssea, neoplasia, doença inflamatória e desmielinizante
Agente de Contraste: Gd-DTPA com ponderação

Imagens do Membro e Articulação
Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial)
Estruturas mais bem Demonstradas: (Gordura, músculo, ligamentos, tendões, nervos, vasos sanguíneos, medula óssea)
Patologia Demonstrada: Distúrbios da medula óssea, tumores dos tecidos moles, osteonecrose, rupturas de ligamento e tendão.

Imagens do Abdome e da Pelve
Cortes de Rotina: (Sagital, Coronal e Axial)
Estruturas mais bem Demonstradas: (Fígado, pâncreas, baço, suprarenais, vesícula biliar, rim, vasos, órgãos da reprodução.
Patologia Demonstrada: Tamanho do tumor e estadiamento de tumores, principalmente tumores pediátricos, tais como neuroblastoma e tumor de Wilms.

Preparo para o exame: Neste caso, os pacientes podem ser instruídos a jejuar ou consumir apenas liquídos coados 4 hs antes do exame.
Vantagens da RM sobre a TCNão há radiação ionizante.
Capacidade de obter multiplanar (ax,cor,sag.obl)
Melhores detalhes anatômicos
Mais sensibilidade de detectar alterações patológicas súbitas9 edema cerebral,infiltração da medula óssea)
Melhor contraste entre os tecidos
Vantagens da TC sobre a RMAvaliação de anormalidades calcificadas ou ossos devido à falta de sinal do cálcio.
Mais barata
Mais rápida
Pacientes com claustrofobia conseguem fazer o exame graças ao formato aberto do gantry
Supressão de gorduraÉ um programa de redução de gordura.
Técnica especial da RM para eliminar o sinal brilhante produzido pela gordura
Faz com que os prótons da gordura se comportem de modo diferente dos da água.
São pulsos repetitivos de radiofrequencia que resultam na ausência relativa do sinal dos tecidos gordurosos.
Ressonância de Campo AbertoEm vez de túnel usa-se ímãs em forma de C ou de um grande furo.
Vantagens: podem ser usadas por pacientes claustrofóbicos e providenciam imagens para procedimento intervencionistas
Desvantagens:com ímãs mais fracos (0.1 a 0.3T) limitam a resolução espacial e anatômoca.

Aula dada pela professora Giulliana Cristina Rangel Engelender da Universidade de Mogi das cruzes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário